O valor de uma democracia

Muitos brasileiros, por desconhecimento e desinteresse não conhecem os conceitos básicos para se entender política no Brasil

Por Leonardo Ferrari 05/05/2018 - 21:49 hs

Vivemos em um período de crise política, uma crise de representação e de identidade política, da qual em muitas vezes coloca em risco a própria existência da recente e jovem democracia brasileira, quando começam a ansiarem modelos políticos opostos ao modelo da democracia.

Muitos brasileiros, por desconhecimento e desinteresse não conhecem os conceitos básicos para se entender política no Brasil, conceitos como multipartidarismo, república, democracia representativa, socialdemocracia ou até mesmo o conceito de democracia em si. Basta conversar nas ruas, nas redes sociais, e pérolas começam a brotar, de uma intelectualidade de internet, que aos modos próprios das vidas atrás das telas de um celular reproduzem diversos erros, boatos e opiniões sem a devida reflexão e análise.

O que falta a maioria dos cidadãos brasileiros é entender que como parte do Estado brasileiro tem direitos e deveres a cumprirmos, temos o direito à liberdade, ao respeito, ao ir e vir, à relacionar-se com quem ama, a partilhar o que quer, a opinar, a protestar; temos o dever de respeitar as leis para o bom convívio em sociedade, ao altruísmo para com a liberdade e dignidade alheia, bem como ao patrimônio dos outros.

Mas não só cidadania, para o bom funcionamento da democracia, e para auxiliar a superar a crise política, já que em 2018 haverá eleições, o brasileiro precisa buscar conhecer como funciona as regras politicas do nosso país, para que e para quem serve cada um dos cargos elegíveis, o que faz cada um dos eleitos, sejam deputados, senadores, governadores, presidente, sejam os suplentes, vices e ministros; o brasileiro precisa entender e compreender melhor, como funciona os órgãos da sociedade, como funcionam, quem compõe; a divisão de poderes; acima de tudo, compreender a sociedade, e seu funcionamento básico, como um todo.

Um cidadão bem informado é um cidadão consciente e responsável, e somente através do conhecimento e da informação nós enquanto uma sociedade plena, como parte de um todo, poderemos compreender nosso papel, nossas funções e o peso e o valor de um voto, de uma escolha, de uma democracia.

Leonardo Ferrari Silva, historiador formado pela Faculdade Barretos