Há 46 anos, Porto Colômbia entrava em operação

Porto Colômbia teve a sua construção iniciada em 1970

Por Portal NC 05/07/2019 - 18:55 hs
Foto: Drone Barretos
Há 46 anos, Porto Colômbia entrava em operação
Há 46 anos, Porto Colômbia entrava em operação

A usina de Porto Colômbia, localizada no Rio Grande, completou no sábado, 29 de junho, seus 46 anos de operação. Construída na divisa dos estados de Minas Gerais e São Paulo, entre os municípios de Planura-MG e Guaíra-SP, a hidrelétrica tem sua capacidade total de geração em 320 megawatts, o suficiente para abastecer uma cidade de 800 mil pessoas.

A barragem, que tem quarenta metros de comprimento, retém a água que formou um lago de 143 quilômetros quadrados. Porto Colômbia teve a sua construção iniciada em 1970, com a primeira unidade de geração de energia entrando em operação três anos depois.

Um detalhe sobre as obras é que a construção da usina hidrelétrica, que começou em 1970, registrou vários recordes nos prazos. O desvio do rio foi concluído 51 dias antes do cronograma. Um outro recorde significativo foi o curto espaço de tempo, menos de um ano, desde a entrada em operação da primeira turbina, em junho de 1973 até a quarta e última unidade ser instalada, em janeiro de 1974, o que aconteceu dois meses antes do previsto.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.