Lei proíbe queimadas no município

Recentemente um incêndio de grande proporção atingiu o canavial de uma fazenda próxima à rodovia

Por Portal NC 05/09/2019 - 13:01 hs
Foto: Google Imagens
Lei proíbe queimadas no município
Lei proíbe queimadas no município

O presidente da Câmara Municipal de Colômbia promulgou uma lei que proíbe a realização de queimadas nas vias públicas e no interior de imóveis públicos ou particulares. O projeto de lei foi apresentado pelo vereador Júlio Cesar dos Santos, o Tuta. No documento consta que será responsabilizado quem usar de queimadas para eliminar mato ou vegetação com o intuito de limpeza de terrenos ou áreas livres, descarte de entulho, manejo de cultura ou para facilitar capinação. 

Será considerada infratora a pessoa que executar este ato e responde solidariamente quem, de alguma forma, for o mandante da queimada ou possuir posse do imóvel. O descumprimento desta lei resultará em uma multa no valor de R$ 341,00, além de R$ 3,41 acrescida ao valor da multa por metro quadrado da área queimada. A pena será em dobro para o caso de reincidência. 

Recentemente um incêndio de grande proporção atingiu o canavial de uma fazenda próxima à rodovia Brigadeiro Faria Lima, prejudicando a visibilidade de quem passava por lá e causando preocupação nos moradores do município. 

Queimadas tem sido um tema amplamente discutido no período atual devido à quantidade de casos que vem acontecendo no Brasil inteiro. O mais famoso é o da Amazônia, que despertou a preocupação de celebridades e presidentes de outros países. Apesar de serem comuns as ocorrências de queimadas nessa época do ano devido ao tempo seco, a ação humana pode piorar essa situação prejudicando a respiração dos moradores, meio ambiente e até provocando danos maiores.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.