Evandro Moreli é condenado a 16 anos de prisão em regime fechado

Evandro já estava preso há um ano e seis meses

Por Portal NC 18/10/2019 - 14:32 hs
Foto: Roberto José
Evandro Moreli é condenado a 16 anos de prisão em regime fechado
Evandro Moreli é condenado a 16 anos de prisão em regime fechado

O auxiliar de manutenção Evandro Cardoso Moreli, de 30 anos, foi condenado na terça-feira, 15, pelo Tribunal do Júri de Barretos a pena de 16 anos de reclusão em regime fechado, pela tentativa de homicídio, em um caso enquadrado como feminicídio, por envolver violência doméstica. O julgamento durou 9 horas. 

De acordo com o processo, no dia 27 de março de 2018, em uma imobiliária na Rua 26, ele agrediu a golpes de faca, sua ex-namorada Thainá Cristina da Silva, de 26 anos, que ficou hospitalizada por sete dias na Santa Casa de Barretos. O caso repercutiu em toda a região.

O júri foi presidido pela juíza Fernanda Vazquez e quem atuou na acusação foi o promotor Bruno Caldas.

O advogado Merhej Najm Neto, que atuou na defesa do réu, afirmou que vai recorrer da decisão para tentar a redução da pena e também para que o réu seja submetido a um exame de sanidade mental.

Evandro já estava preso há um ano e seis meses no Centro de Detenção Provisória de Taiúva-SP.

Também atuou na defesa do acusado o advogado Diogo de Paula Papel.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.