Mãe é agredida pela filha adotiva com tijoladas

As partes foram apresentadas no Plantão Policial de Barretos

Por Portal NC 24/01/2021 - 14:31 hs

Na tarde de sábado, 23, os policiais Carvalho e Isaias foram acionados para atender uma ocorrência de desinteligência entre mãe e filha em uma residência na Rua José Bonifácio. 

A mãe, de 65 anos, disse ter sido ameaçada e agredida com tijoladas pela filha adotiva, de 33 anos, na frente de seus quatro filhos pequenos. A mãe foi ameaçada de morte pela filha, que é usuária de drogas. 

Após agredir a mãe, ela fugiu do local. Contra essa jovem de 33 anos, havia uma medida protetiva, emitida em caráter de urgência pelo Fórum de Barretos. A autora foi encontrada pela polícia na Rua Prudente de Morais.

As partes foram apresentadas no Plantão Policial de Barretos, onde o delegado César Aparecido Martins autorizou o registro da ocorrência em flagrante de ameaça e violência doméstica. A filha da vítima ficou presa.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.