Empresário planurense transforma quintal em centro de reabilitação de aves

Depois de resgatar uma arara, Paulo Nunziata decidiu criar uma associação para salvar a vida desses animais

Por Portal NC 22/02/2021 - 16:14 hs
Foto: Arquivo Pessoal
Empresário planurense transforma quintal em centro de reabilitação de aves
Empresário planurense transforma quintal em centro de reabilitação de aves

Em Planura, as aves que são resgatadas vítimas de caça, captura ilegal, tráfico de animais ou até mesmo acidentadas são enviadas para a casa de Paulo Nuziata, do projeto Renascer ACN.

Depois de resgatar e salvar uma arara canindé, ele decidiu transformar o próprio quintal em um centro de reabilitação.

Como a lei brasileira não permite ter aves silvestres em casa, a solução foi se tornar uma instituição filantrópica.

Atualmente, com a ajuda de uma veterinária parceira, mais de 100 aves estão sob os cuidados de Paulo, sendo a maioria delas psitacídeos. Após os cuidados necessários as aves são soltas na natureza. 

Uma reportagem foi gravada pela equipe do Terra da Gente, da EPTV, afiliada da Rede Globo. A matéria completa foi exibida no sábado, 20, por volta das 14 horas.

REPORTAGEM COMPLETA 









Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.