Baixo nível de água no Rio Grande preocupa Defesa Civil

A falta de água preocupa representantes de oito municípios

Por Portal NC 18/05/2021 - 23:09 hs

Baixo nível de água no Rio Grande preocupa Defesa Civil
Baixo nível de água no Rio Grande preocupa Defesa Civil

Municípios que são banhados pelas águas do Rio Grande, no Reservatório de Marimbondo, estão em alerta para a possibilidade de faltar água suficiente para abastecer as propriedades rurais e as cidades. Com a forte estiagem neste ano de 2021 e com o reservatório de Marimbondo não represando água, a bióloga e coordenadora da Defesa Civil de Colômbia Maria Inácia Freitas demonstrou preocupação para um possível desabastecimento e até mortandade de peixes.  

A coordenadora explicou que a água deveria ficar reservada no reservatório de Marimbondo, mas o NOS-Operador Nacional do Sistema Elétrico está liberando para abastecer outras usinas hidrelétricas abaixo da existente e segurando a vinda de água em outras hidrelétricas acima. “Como uma torneira aberta, toda a água do Rio Pardo vai descendo e vai secando o Rio Grande. Ainda estamos no outono e, quando chegar o inverno, como vai ficar a questão de água para os animais, para as propriedades rurais e a irrigação que tem outorga para uso da água? A Hidrelétrica de Marimbondo não precisa de muita água para gerar energia elétrica e estão deixando a água descer”, afirmou Maria Inácia.

Segundo ela, os representantes de oito municípios estão se articulando para enviar um ofício ao ONS e também, mobilizar as entidades ambientais para buscar uma solução para o problema. “São oito cidades que vão sofrer gravemente com essa falta de água. O Rio Grande é um regulador de tudo. Estamos muito preocupados sobre como será essa situação de falta de água para a produção de alimentos na safrinha, abastecimento das indústrias e o dano ambiental que pode ser irreversível, principalmente para os alevinos, que ficam nos varjões, que estão todos secos”, explicou Maria Inácia.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.