Piracema começa e pesca de espécies nativas fica proibida

Esse é o período de migração dos peixes para reprodução

Por Portal NC 04/11/2021 - 22:34 hs
Foto: PMESP
Piracema começa e pesca de espécies nativas fica proibida
Piracema começa e pesca de espécies nativas fica proibida

O período de piracema começou na segunda-feira, 1º e vai até 28 de fevereiro de 2022, quando fica proibida a pesca de todas as espécies nativas do Rio Grande e demais afluentes. A pesca é totalmente proibida no Rio Pardo. Durante o período de migração dos peixes para reprodução, a Polícia Militar Ambiental intensifica a fiscalização para combater a pesca ilegal. 

Segundo a bióloga Maria Inácia Macedo Freitas, esse é o período em que os peixes sobem até a cabeceira do rio para fazer a desova e, assim perpetuar a espécie e garantir a preservação da fauna aquática. "Os peixes nativos mais comuns que são capturados nos nossos rios são o pacu, dourado, pintado, piau, piauçú, piapara e a curimba. Durante a piracema, os peixes que podem ser capturados são os exóticos conhecidos, como o tucunaré, corvina, porquinho, tilápia e zoiúdo", disse a bióloga.

De acordo com o sargento Laércio, da Polícia Militar Ambiental de Barretos, as multas podem ser aplicadas a partir de R$ 1.000,00 além do responsável pela infração responder criminalmente e, consequentemente, perder todo o material utilizado para a pesca irregular. “Nesse período a pesca é proibida em algumas áreas como da Usina Hidrelétrica de Porto Colômbia até a Ponte ‘Gumercindo Penteado’. Fica também proibida a pesca até 1.500 metros acima e abaixo de cachoeiras e corredeiras e a menos de 500 metros de confluência e desembocaduras de rios e esgotos”, explicou. 

A pesca para o amador continua sendo de dez quilos mais um exemplar. De acordo com as normativas do período de defeso, o uso de iscas naturais é autorizado, desde que sejam oriundas de criações acompanhados de nota fiscal ou nota de produtor.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.