Suspeitos atiram na PM em Conceição das Alagoas

Os suspeitos estavam em um Saveiro com placas de Colômbia

Por Portal NC 12/12/2019 - 10:16 hs
Foto: Portal NC
Suspeitos atiram na PM em Conceição das Alagoas
Suspeitos atiram na PM em Conceição das Alagoas

A Polícia Militar de Conceição das Alagoas registrou, na noite do dia 10, um caso que envolveu os crimes de associação para o crime, porte ilegal de arma de fogo, desobediência, direção perigosa, disparo de arma, dano e descumprimento de medida restritiva, com a detenção de duas pessoas e apreensão de um veículo, um aparelho celular e uma arma de fogo calibre 38. O caso começou quando as guarnições do turno foram acionadas pelo sargento Bernardes, que  informou sobre a presença de uma VW Saveiro branca transitando pela contramão com três indivíduos em seu interior.

O policial militar informou que percebeu que o carro era de outra cidade e avisou ao condutor que estava na contramão, quando recebeu xingamentos contra sua pessoa. O policial voltou a ver o veículo seguindo em atitude suspeita sentido centro/bairro, quando as viaturas começaram o acompanhamento emitindo sinais de giroflex e sirene, com ordem de parada para abordagem. Neste momento, segundo a ocorrência, os ocupantes da VW Saveiro realizaram vários disparos de armas de fogo, dos dois lados do veículo em direção às viaturas, tentando fugir em alta velocidade pela Rua Veríssimo, quando a equipe policial revidou à agressão com disparos de seu armamento tipo pistola, calibre 40.

No cruzamento da Rua Veríssimo com a Rua Jesus Marques Prata, o veículo em fuga entrou na contramão e ficou preso no trânsito, quando seus ocupantes saíram com o veículo ainda em movimento. J.V.S.F e E.S, foram dominados e algemados no local, tendo o terceiro autor, identificado como H.G.F.N, fugido a pé pela Rua Jesus Marques Prata. Um dos disparos feitos pelos suspeitos atingiu uma das viaturas no capô do lado direito. O veículo VW Saveiro branca, placas BKB-2961 de Colômbia/SP, foi atingido por três disparos, sendo um na porta do motorista e dois no para-choque traseiro, com sinais de estilhaços na parte de baixo do veículo.

Após serem encaminhados ao HPS João Henrique, foi verificado que um dos suspeitos conduzidos tinha lesão corto-contuso com sangramento na região parietal esquerda, que alegou ser decorrente de choque contra o volante quando freou bruscamente o veículo. As equipes policiais viram quando o terceiro autor reconhecido como H. desceu do veículo com arma em punho, disparando contra as guarnições e colocando em risco populares e clientes de um estabelecimento comercial. Foi localizado um revólver Amadeo Rossi calibre 38, caído no assoalho da Saveiro, com duas munições deflagradas e quatro intactas.

Os policiais registraram ainda que, para repelir a injusta agressão, foram efetuados sete disparos de pistola .40 pelo cabo Melo e dez disparos de pistola .40 pelo soldado Muniz. Em contato com o proprietário do veículo, placas BKB-2961, de Colômbia, ele compareceu ao quartel em Conceição das Alagoas e alegou que conhece o envolvido há muitos anos, desde a época de escola, sendo que este pediu seu veículo para levar sementes até a localidade do Garimpo do Bandeira, afirmando que retornaria até às 19h30.

Percebendo a demora após o horário acertado, ele disse que tentou realizar vários contatos via telefone e não recebeu resposta, mas, posteriormente, recebeu a notícia através da polícia de Colômbia de que J.V. tinha se apropriado de seu veículo e, na companhia de outros dois, tentou realizar crimes em Conceição das Alagoas. O dono do veículo aponta que seu amigo mentiu e apropriou-se indevidamente do seu carro, pois jamais autorizou que ele se deslocasse até a cidade de Conceição das Alagoas e que, além de não ter devolvido o carro conforme combinado, usou seu veículo para fins ilícitos, o que jamais imaginou o que seria feito.

J.V. afirmou que mora em Colômbia e estava planejando, através de conversa no aplicativo WhatsApp, de fazer um assalto junto do autor H., vulgo Kakito, de Planura. Ainda segundo ele, Kakito arrumou o armamento a ser utilizado e este ficou de arrumar um veículo para fazer o assalto. Então J. pediu o carro emprestado para a vítima Raul. Ele afirmou que Raul não sabia que o carro seria usado para assalto. Contou que saiu de Colômbia-SP em direção à Planura-MG, onde apanhou H. vulgo Kakito, além do outro autor, chamado E, resolvendo então ir para Conceição das Alagoas roubar uma camionete.

J. alegou que estava dirigindo e quem fez os disparos contra a viatura foram os outros dois autores. Já o autor E., informou que foi chamado por H, para fazer um assalto de camionete em Conceição das Alagoas. Como estava difícil achar uma camionete para roubar, decidiram que roubariam o primeiro carro que a vítima ‘desse bobeira’, mas aí apareceu a viatura policial, momento em que ocorreram a fuga e disparos contra a viatura.

Atenderam a esse caso os cabos Melo e De Fátima, além dos soldados Muniz e Rafael, bem como o sargento Bernardes e o capitão Rodolfo.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.