Colômbia foi a 15ª cidade do país que mais abriu vagas de emprego no ano passado

Em contrapartida, Barretos foi o 49° município que mais fechou postos de trabalho

Por Redação 01/02/2018 - 16:58 hs
Foto: Ilustração
Colômbia foi a 15ª cidade do país que mais abriu vagas de emprego no ano passado
Colômbia foi a 15ª cidade do país que mais abriu vagas de emprego no ano passado, mostra Caged

Com 1.949 vagas com carteira assinada abertas no ano passado, Colômbia foi a 15ª cidade do país que mais criou postos de trabalho entre os 5.659 municipios brasileiros, segundo levantamento divulgado em 26 de janeiro pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), ferramenta do ministério do Trabalho que monitora o comportamento do mercado de trabalho formal. 

O levantamento mostra também que outros dois municípios da região de Barretos estão entre os 50 que mais criaram emprego no ano passado no Brasil. Bebedouro ficou na quarta posição, gerando 4.203 novas vagas. Em 44º, com 1.136, aparece Monte Azul Paulista. 

Em contrapartida, Barretos, que fechou 1.183 vagas, aparece entre os 50 municípios brasileiros que mais perderam postos de trabalho com carteira assinada em 2017. 








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.