Universitária busca ajuda nas redes sociais para ter acesso a medicamento para tratamento do câncer

Outro morador de Colômbia também teve um diagnóstico semelhante

Por Portal NC 16/11/2019 - 08:19 hs
Foto: Portal NC
Universitária busca ajuda nas redes sociais para ter acesso a medicamento para tratamento do câncer
Universitária busca ajuda nas redes sociais para ter acesso a medicamento para tratamento do câncer

O drama vivido pela busca de um medicamento para o tratamento contra o câncer ganhou força nas redes sociais, após a universitária de Colômbia, Andreza Mendes Justino, de 23 anos, gravar um apelo pedindo ajuda para ter acesso a uma medicação de alto custo. “Eu preciso desse medicamento e conto com a ajuda de vocês para compartilhar esse vídeo”, relata Andreza Mendes, que estava cursando o último ano de Enfermagem. Andreza mora no bairro Joel Formiga.

“Eu venho lutando contra essa doença, é uma luta pela vida e o começo não foi fácil. Eu sentia muita dor, procurava o médico, era medicada, passava umas duas horas começava a doer tudo novamente”, afirmou.

Segundo Andreza, no final do ano passado, ao retornar da faculdade, percebeu que estava com um caroço no pescoço e, preocupada, decidiu com a sua mãe fazer um exame no Hospital São Jorge, em Barretos. Ao realizar uma tomografia, foi constatado que havia suspeita de câncer, sendo então encaminhada para o Hospital do Câncer, onde o resultado deu positivo, para Linfoma de Hodgin. “O meu tratamento foi muito bom pelo SUS, só que chegou num ponto que a medicação não estava mais fazendo efeito. E somente o medicamento judicial, Nivomulab 10 mg/ml (4 ml) que custa entre 15 a 17 mil, é que é minha esperança de cura. Inicialmente preciso de 4 ampolas. Eu dei entrada para obter a medicação via decisão judicial, mas não tenho tempo de esperar a liberação deste remédio”, afirmou Andreza.

De acordo com ela, várias companhas estão sendo realizadas. “Quem puder me ajudar, agradeço de coração por essa doação”, afirmou a paciente.  

O apoio ao tratamento de Andreza Mendes Justino pode ser feito pelo Bradesco, na Agência 0705, Conta poupança: 1.000.540‐0 ou pelo Banco do Brasil, Agência: 3267‐0, Conta poupança: 16792‐4 e ainda pela Caixa Econômica Federal, Agência: 4361, Operação: 013, Conta poupança: 14181-6.

Outro morador de Colômbia também teve um diagnóstico semelhante. Laércio Darcy de Oliveira, conhecido por Branco, foi diagnosticado com o mesmo câncer e também está em busca de ajuda para fazer o seu tratamento. O apoio a ele pode ser dado por duas contas, uma em nome de Pamela da Silva Oliveira, Bradesco, Agência 0705-6, Conta poupança: 1.000.920-0 ou ainda pela conta em nome de Laércio Oliveira Hoft, no Banco Santander, Agência: 3047, Conta corrente: 01.086.432-4.

Fonte: JBR 








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.