TCU aprova prorrogação de contrato de ferrovia em SP

Contrato inclui reativação do trecho de Colômbia

Por Portal NC 06/12/2019 - 11:13 hs
Foto: Portal NC
TCU aprova prorrogação de contrato de ferrovia em SP
TCU aprova prorrogação de contrato de ferrovia em SP

O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou, no dia 27 de novembro, a prorrogação antecipada do contrato de concessão da Malha Paulista, ferrovia controlada pela Rumo, que liga Rondonópolis-MT ao Porto de Santos-SP, cortando todo o interior paulista, incluindo o trecho de Barretos, entre Colômbia e Pradópolis, onde ocorre a ligação com a ferrovia que vai até Santos. O novo contrato terá duração de 30 anos.

De acordo com a companhia ferroviária Rumo Logística, a assinatura do contrato com o Ministério da Infraestrutura viabilizará um aporte de cerca de R$ 7 bilhões em obras de redução de conflitos urbanos e expansão de capacidade, entre outros investimentos na ferrovia que corta o estado de São Paulo até o Porto de Santos. 

A empresa esclareceu que não existe ainda uma data para início das obras de reativação do trecho, dependendo de ajustes que serão feitos pela ANTT – Agência Nacional de Transporte Terrestre.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.