Biometria atinge 4.883 eleitores em Colômbia

Os eleitores gque não passaram pelo procedimento tiveram seus títulos cancelados, mas podem ainda resolver sua situação

Por Portal NC 31/01/2020 - 11:06 hs
Foto: Portal NC
Biometria atinge 4.883 eleitores em Colômbia
Biometria atinge 4.885 eleitores em Colômbia

Eleitores que não se cadastraram no sistema de biometria no ano passado e, como consequência, tiveram o título de eleitor cancelado, têm até 6 de maio para refazer o documento.

O Tribunal Superior Eleitoral informou que o cadastramento biométrico atingiu 4.883 eleitores no município de Colômbia até o dia 31 de janeiro. O montante corresponde 83,43% do eleitorado total, que soma 5.853 pessoas.

O procedimento foi reaberto para os eleitores que tiveram os títulos cancelados por não terem feito o cadastramento das digitais. Os munícipes terão até dia 6 de maio para regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral.

Os documentos necessários são um documento de identidade oficial, comprovante de endereço recente e título de eleitor, se já possuir.

Sem o título de eleitor válido não é possível emitir passaporte, documento de identidade, fazer matrícula em instituição de ensino pública, inscrição em concursos públicos, pedir empréstimo em banco público e até receber salário, no caso de servidores.

Após o prazo, quem não estiver em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais de outubro, quando serão eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

A situação de cada eleitor pode ser verificada no site do Tribunal Superior Eleitoral-TSE. O primeiro turno será realizado no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês.








Deixe seu Comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal Notícias Colômbia ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do Portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.